Posts Tagged ‘Mata Atlântica’

Instituto Aon contribui com 390 árvores por meio do Amigo da Floresta

sitio_s_nicolau_06O Instituto Aon, uma associação sem fins lucrativos da consultoria e corretora de seguros Aon, apoiará projetos de 11 diferentes Instituições inscritas pelos colaboradores da Aon por meio da ação “Este projeto é nosso”. No que se refere às iniciativas ambientais, o Instituto Aon apoiou o projeto Amigo da Floresta, da Iniciativa Verde, com o plantio de 390 árvores na região da Mata Atlântica. “Esperamos repetir e ampliar em 2014 os resultados que tivemos este ano. Foi sem dúvida, um ano extraordinário”, diz Renata Mendonça, gerente geral do Instituto Aon. Leia a entrevista na íntegra feita pela Iniciativa Verde com a Renata Mendonça.

Há quanto tempo a empresa se preocupa com o meio ambiente?

Desde o primeiro semestre de 2010, com a criação do “comitê de Sustentabilidade”.

Quais são as práticas ambientais da Aon Brasil?

Monitoramento do consumo de água por meio de instalação de aeradores e caixas de água adicionais nos vasos sanitários; redução do consumo de energia por meio de interruptor inteligente, consumo de energia elétrica e interrupção das luzes em horários de baixa frequência no escritório; utilização de copos e canecas “não descartáveis”; instalação de coletores seletivos; reestruturação das impressoras para redução do consumo e desperdício de papel. Além das ações contínuas listadas, em 2013, a Aon viabilizou parceria com a ONG Iniciativa Verde para plantio de árvores nas áreas de Mata Atlântica.

Por que vocês tiveram a iniciativa de incentivar o plantio de árvores nativas da Mata Atlântica?

Para a Aon, a preocupação ambiental é latente e em seu planejamento sempre esteve presente o incentivo e fomento das praticas de preservação ambiental. Com base em nossa expertise, pudemos verificar a qualidade deste projeto, os resultados de médio e longo prazo.

Como chegaram ao número de 359?

A ideia era envolver os colaboradores nesta ação ambiental da Aon. Sendo assim, foi criada uma comunicação interna, onde cada colaborador, se desejasse, poderia informar que gostaria de plantar uma Árvore. Com isso, atingimos cerca de 600 funcionários, onde 359 optaram por plantar uma Árvore.

Como os funcionários participam das ações ambientais?

Por meio da comunicação interna e, posteriormente, por livre e espontânea vontade. As ações, em geral, estão divididas em: “incentivo às boas práticas”, onde o colaborador é convidado a exercer dentro e fora da empresa estas ações; “ações colaborativas”, onde são convidados a se juntarem outros para efetivamente exercer uma ação, de maneira voluntária; “ações patrocinadas”, onde os colaboradores são comunicados dos interesses corporativos, e são convidados a opinarem sobre esta ação da empresa.

Eles ficam animados com as ações ambientais? Qual o retorno deles?

Temos um índice de participação superior a 50% dos colaboradores. Os retornos são muito diversificados e sempre nos servem de base para as próximas ações.

Vocês acreditam que cuidar do meio ambiente pode, inclusive, melhorar o ambiente corporativo?

Sim, acreditamos. A prova disso são nossas constantes ações e nossa crença demonstrada nos valores de nossa empresa – Ética e Transparência; Excelência e Comprometimento; Sustentabilidade do Negócio; e Responsabilidade Social.

Sobre o Instituto Aon

Criado em 2012, o Instituto Aon é uma associação sem fins lucrativos da consultoria e corretora de seguros Aon, que contribui para a sociedade mobilizando empresas e pessoas para desenvolver e zelar por valores sustentáveis. Braço da Aon, líder mundial em gestão de riscos, corretagem de seguros, resseguros e consultoria em benefícios e capital humano, o Instituto Aon realiza campanhas de arrecadação, promove eventos beneficentes e implementa ações de conscientização sobre a importância das práticas sustentáveis. Com o objetivo de melhorar a vida das pessoas e da sociedade em que atua, o Instituto Aon apoia 16 instituições espalhadas pelo Brasil, impactando a vida de mais de 1.500 pessoas (crianças e idosas). Com a ajuda dos colaboradores voluntários da Aon, o Instituto promoveu em 2013 as Olimpíadas do Bem, e o resultado foi extraordinário: mais de 10 toneladas de alimentos, 3.000 peças de inverno, 4.000 brinquedos e 5.000 produtos de higiene pessoal. Por meio de parcerias o Instituto Aon obteve muitas outras realizações: tratamento dentário gratuito para crianças e pais na favela da Rocinha, tratamento dentário gratuito até a maioridade para um grupo de adolescentes carentes em São Paulo, viabilizou o curso profissionalizante para duas jovens sem renda e levou a música para uma Creche que atende 50 crianças de baixa renda.

Livreto explica como aplicar o Código Florestal

livrosobrecodigoflorestalA Iniciativa Verde lançou o livreto “Sustentabilidade: Adequação e Legislação Ambiental no Meio Rural”, publicado por meio do projeto Plantando Águas, este patrocinado pela Petrobras. A publicação é um roteiro simplificado que resume o “novo” Código Florestal (Lei 12.651/12) e aborda diversas questões relativas à aplicação desta e de outras leis. Escrito pelo engenheiro agrônomo Roberto Resende, presidente da Iniciativa Verde, a publicação tem 40 páginas e pode ser baixada por meio deste link ou preenchendo o formulário abaixo.

Duas mil cópias do livreto foram impressas e serão distribuídas para os agricultores familiares, incluindo assentados rurais e quilombolas que participam do projeto Plantando Águas. A publicação será usada para orientar os trabalhos da instituição e dos parceiros e para auxiliar os participantes do projeto a adequarem ambientalmente os seus imóveis rurais. Como o Plantando Águas é realizado no estado de São Paulo, o livreto também aborda outras legislações a serem aplicadas na região, como a Lei da Mata Atlântica.

O livreto trata de temas relativos ao novo Código Florestal e de aspectos técnicos para a adequação ambiental como bacias hidrográficas, Mata Atlântica, recomposição florestal, uso e conservação do solo e licenciamento ambiental. A reprodução de trechos da publicação é permitida desde que citada a fonte.

Sobre o projeto Plantando Águas

O projeto Plantando Águas, patrocinado pelo Programa Petrobras Ambiental, foi elaborado pela Iniciativa Verde em parceria com cerca de 20 instituições. Ele tem como objetivo adequar propriedades rurais do estado de São Paulo de acordo com o que estabelece o “novo” Código Florestal para recuperar e conservar os recursos hídricos. Aproximadamente, 200 famílias serão beneficiadas diretamente em municípios do interior do estado.

Com o Plantando Águas, a Iniciativa Verde e seus parceiros pretendem:

  • Recuperar 20 hectares de áreas de preservação permanente (APPs) de Mata Atlântica;
  • Executar 24 hectares de sistemas agroflorestais para fins produtivos;
  • Implementar mais de 140 módulos de saneamento;
  • Elaborar 110 planos de manejo de propriedades da área rural;
  • Inscrever pelo menos 85 imóveis no Cadastro Ambiental Rural (CAR), registro obrigatório para todas as propriedades rurais.

Atingimos a marca de 800 mil árvores plantadas

800mil

Ainda temos outra notícia boa: alcançamos as 800 MIL ÁRVORES nativas plantadas! Obrigada a todos que fazem parte dessa história e contribuíram para essa recomposição florestal.

Organizações lançam novo portal: Observatório do Código Florestal

codigoflorestal

Site acompanhará a implantação do Código Florestal e estimulará a preservação do meio ambiente

Por Roberto Resende*

O lançamento do novo site é mais um passo no trabalho do Observatório do Código Florestal. Este, formado por um conjunto de organizações socioambientalistas, foi criado para monitorar a implementação da nova Lei Florestal (Lei Federal 12651/12) em todo o país, em especial dois instrumentos: o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o Programa de Regularização Ambiental (PRAs).

No início, o Observatório era composto por sete organizações: Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), WWF-Brasil, SOS Mata Atlântica, Instituto Centro de Vida (ICV), The Nature Conservancy (TNC), Conservação Internacional (CI) e Instituto Sociambiental (ISA). Posteriormente, outras se juntaram como membros colaboradores, o que foi o caso da Iniciativa Verde.

A nossa proposta é contribuir para o acompanhamento da implantação do Código no bioma Mata Atlântica e em especial no Estado de São Paulo.

A Iniciativa Verde atua diretamente nos processos de adequação ambiental ao desenvolver projetos de recomposição florestal com recursos dos Programas Carbon Free e do Amigo da Floresta e de editais como o BNDES Iniciativa Mata Atlântica e o Petrobras Ambiental.

Também temos experiência nos processos de regularização formal de imóveis rurais, com a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR), em especial o Projeto Agricultura Legal. Por meio deste projeto, apoiado pelo Fundo Brasileiro de Biodiversidade (FUNBIO) foram feitos os processos de planejamento e inscrição no CAR de mais de 50 imóveis de Piedade(SP).

A nova Lei Florestal indica um cenário legal e político, com políticas públicas que afetam diretamente os trabalhos da Iniciativa Verde. O Protocolo do Carbon Free foi adaptado às novas regras, observando-se alguns parâmetros.

Por exemplo, no caso das Áreas de Preservação Permanente (APPs),corpos d’água e nascentes, cuja recomposição seja obrigatória conforme a lei, os projetos de reflorestamento feitos no âmbito do Carbon Free deverão considerar a faixa mínima de 15 metros de largura, mesmo que no imóvel a obrigação seja para uma medida menor.

Este critério visa garantir um mínimo de adicionalidade aos projetos e, ao mesmo tempo, contribuir para aportar recursos das compensações voluntárias das emissões de gases de efeito estufa (GEE) neste esforço de recuperação florestal.

A legislação prevê apoio aos proprietários rurais, especialmente aos pequenos, no processo de adequação. Assim, a Iniciativa Verde busca participar não só captando recursos para financiar a recuperação e desenvolvendo outros projetos técnicos, mas também contribuindo para o acompanhamento da aplicação e a melhoria da legislação e seus instrumentos.

 *Engenheiro Agrônomo, mestre em Ciência Ambiental e presidente da Iniciativa Verde.

As muitas batalhas e vitórias da Iniciativa Verde

Organização está próxima de atingir a expressiva marca de 800 mil árvores plantadas

Recomposição florestal feita pela Iniciativa Verde em Porto Feliz (SP)

Recomposição florestal feita pela Iniciativa Verde em Porto Feliz (SP)

Já se passaram oito anos de muitas lutas, inúmeras batalhas e boas vitórias alcançadas em prol da recuperação da Mata Atlântica e, consequentemente, de um ambiente melhor para se viver.

Muito pé na lama, grandes caminhadas, picadas de mosquitos, chuvas intermitentes e calor escaldante sempre estiveram no caminho das equipes florestais da Iniciativa Verde, mas a satisfação pelo trabalho realizado compensou com sobras esses desconfortos.

Como mostram as fotos, onde antes víamos áreas tristes e degradadas, hoje podem ser contempladas matas e vegetações em plena recuperação.  Com as árvores, voltam os insetos, os pássaros, mamíferos, répteis… Enfim, a vida em toda a sua exuberância que fez da Mata Atlântica um dos locais mais ricos do planeta.

A Iniciativa Verde, nesse curto período de tempo, obviamente, não foi capaz de reverter os séculos de agressões sofridos pela Mata Atlântica, mas tem feito a sua parte já tendo contribuído com o plantio de cerca de 800 mil árvores em 480 hectares, correspondentes a 685 campos de futebol.

A instituição conseguiu recompor tudo isso graças a, aproximadamente, 1.200 projetos (Amigo da Floresta e Carbon Free) feitos em parceria com mais de 600 financiadores!

Estiveram envolvidas tantas famílias, de tantas propriedades rurais, conscientes de suas responsabilidades quanto à preservação ambiental vital para a vida de todos.

Os próximos oito e muitos anos

Novos projetos não faltam, parcerias com o BNDES e a Petrobras estão em pleno andamento. As empresas com responsabilidade social e ambiental seguem compensando suas emissões pelo Carbon Free.

Neste momento, nosso pessoal de campo renova esperanças, expectativas e já prepara as botas, capas de chuva, chapéus e bonés e, claro, muito repelente para as picadas de insetos para enfrentar novos desafios!

O futuro promete ser mais verde! Portanto, mãos à terra!

Atividade no Sesc Interlagos festeja início da temporada de plantios da Iniciativa Verde

Iniciativa Verde (197)Sexta-feira, céu azul, tempo agradável, até um pouco frio, e um cenário de causar inveja nas belas paisagens existentes no Sesc Interlagos. Clima ideal e diversão garantida

A ação Plantio Simbólico reuniu mais de 150 pessoas entre jovens aprendizes do Senac, São Paulo, e parceiros e convidados da Iniciativa Verde. Divididos em dois horários (às 10 da manhã e às 2 da tarde) na sexta-feira dia 25 de setembro, os participantes tiveram o privilégio de plantar algumas das 200 mudas disponíveis de 15 espécies típicas da Mata Atlântica, entre elas, embaúbas, palmeiras-juçara e cedros. Eles ainda contaram com explicações e orientações sobre a importância das árvores e o seu correto manejo para o plantio. Veja todas as fotos aqui!

À frente dos trabalhos durante todo o dia estiveram o diretor florestal da Iniciativa Verde, Pedro Barral, além da equipe técnica da organização e o coordenador do projeto Adote uma Árvore, do Sesc Interlagos, Gustavo Herdeiro de Faria. Ambos lembraram os muitos benefícios que uma área arborizada trás para todos, desde tornar o clima mais ameno, contribuir para reduzir enchentes, além de fornecer frutos e sombra tornando a vida mais agradável e prazerosa.

Iniciativa Verde (270)As pessoas ouviram atentas aos coordenadores da atividade e logo em seguida partiram ávidas para as suas mudas. Foram momentos inesquecíveis de puro contato com a natureza, muitos sorrisos, alegria e a sensação de estar fazendo algo muito positivo. O jovem Mateus Pereira de Souza, que cursa Gestão de Negócios no Senac, afirmou que quer repetir a experiência, “quero fazer isso de novo”.  Já as jovens Ingrid Talita e Rafaela dos Reis, também do Senac, chegaram a pensar que era mais fácil plantar uma árvore, “só fazer um buraco e colocar”! Elas aprenderam que existem etapas que precedem e sucedem o plantio para garantir que uma árvore cresça sadia e frondosa. Assim, entenderam como é importante cuidar da natureza, ainda mais agora em tempos atuais com tantos casos de destruição ambiental.

“É mais fácil conservar uma floresta do que começar uma nova”, explicou Pedro Barral ao final da atividade sendo plenamente compreendido por todos que fizeram um belo exercício durante toda a ação de plantio.

Faria, do Sesc Interlagos,  ressaltou a importância da parceria com a Iniciativa Verde e convidou a todos a participarem das atividades de educação ambiental do projeto Adote uma Árvore que tem, entre seus principais objetivos, aumentar os espaços verdes urbanos na cidade de São Paulo.

Passos muito positivos já foram dados, agora é só manter o ritmo e contribuir para deixar esse nosso mundo mais verde e agradável de se viver.

A Iniciativa Verde já plantou mais de 780 mil árvores!

Desde a criação da ONG, mais de 780 mil árvores foram empregadas em recomposições florestais de áreas protegidas no Brasil. Este ano, a expectativa é passar o número de 1 milhão de árvores plantadas. Lembre-se que você também pode fazer parte desta história por meio dos programas Amigo da Floresta, doação de árvores, e do Carbon Free, onde as emissões de gases de efeito estufa são compensadas com o plantio de mudas. Veja, no infográfico, os principais locais de plantios feitos pela ONG Iniciativa Verde:

BannerMapa_baixa