Banho quente: chuveiro elétrico ou a gás?

O chuveiro elétrico é considerado por muitos um grande vilão do meio ambiente, pois é um dos equipamentos que mais consomem energia elétrica em uma residência. Mas será que a substituição deste aparelho barato que garante os nossos banhos quentes por um caro sistema de aquecimento a gás natural é vantajosa para o meio ambiente?

Para responder a esta nossos técnicos, fizeram os cálculos e chegaram a uma conclusão que deve surpreender muita gente.

O chuveiro elétrico realmente é a principal fonte de consumo de energia elétrica na maioria das residências do Brasil, o modelo mais popular do país possui uma potência de 5500W. Apenas como comparação, um aparelho de televisão de 29 polegadas possui uma potência média de aproximadamente 100W.

 

Já o chuveiro a gás tem sido amplamente difundido pelos benefícios econômicos ao usuário. A instalação de um equipamento de aquecimento de água com gás natural possui um investimento inicial elevado, mas devido ao baixo custo do gás no Brasil, ao longo dos anos a economia obtida acaba fazendo o investimento valer à pena.

Para realizar os cálculos de emissão de gases de efeito estufa, foram considerados 30 banhos diários de 15 minutos cada, ou seja, uma pessoa que toma um banho com duração de 15 minutos diariamente durante um mês. Para conseguir tomar um banho quente diariamente utilizando o chuveiro elétrico a emissão mensal de dióxido de carbono decorrente destes 30 banhos é da ordem de 2 kg de CO2e. Esta emissão é proveniente da geração de energia elétrica, que no Brasil ocorre por meio de hidrelétricas, termelétricas e biomassa.

No caso do chuveiro aquecido pelo gás natural, utilizando-se o mesmo cenário anterior, a emissão decorrente de um mês de banhos é da ordem de 19 kg de CO2e, ou seja, quase dez vez mais que as emissões oriundas da utilização do chuveiro elétrico! Porque ocorre uma diferença tão grande?

Isto ocorre porque o gás natural, embora tenha este nome “natural”, é um combustível de origem fóssil, assim como o petróleo e o carvão mineral. Já a matriz elétrica brasileira é extremamente limpa no que se refere à emissão de gases de efeito estufa, pois cerca de 80% da energia que consumimos no Brasil, como dito acima, é oriunda de usinas hidrelétricas, que é uma fonte de energia limpa e renovável. Entretanto, se a mesma comparação fosse feita em outro país, com uma matriz elétrica mais “suja” como é o caso dos Estados Unidos e China, o resultado final seria bastante diferente.

É importante deixar claro que esta comparação refere-se apenas a emissão de gases de efeito estufa, uma das categorias de impacto ambiental existentes. Para poder afirmar que o chuveiro elétrico realmente causa menos impactos ao meio ambiente do que o chuveiro a gás é necessário fazer uma Análise de Ciclo de Vida (ACV) de ambos. A ACV é uma ferramenta extremamente complexa que analisa todas as etapas de cada alternativa, desde a extração da matéria-prima para a fabricação de cada um dos componentes do sistema até o descarte final. Além disso, a ACV não se restringe apenas a emissões de gases de efeito estufa, levando também em consideração outros impactos ambientais importantes.

Assim, a dica é utilizar o chuveiro elétrico sem remorsos, porém com parcimônia, evitando o desperdício de água e uma conta de energia elétrica alta no final do mês.

Ricardo Dinato, técnico da Iniciativa Verde

Anúncios

5 responses to this post.

  1. Posted by Keity on 23/07/2010 at 14:58

    Se o @iniciativaverde e seus seguidores #reciclarem 1 celular cada, economizariam 52kg de CO2 = – 15 carros por 1 dia http://migre.me/XriT

    Pense nisso e divulgue !!

    @K8Bullet

    Responder

    • Posted by Iniciativa Verde on 23/07/2010 at 15:29

      Olá Keity,

      Gostariamos muito de saber como vocês chegaram ao resultado de que a reciclagem de 657 celulares (o @iniciativaverde e os 656 seguidores) economizaria 52Kg de CO2, quais os métodos de análise e que caminhos foram levados em conta?

      Aguardamos sua resposta.

      Atenciosamente,

      Iniciativa Verde

      Responder

  2. Oi, muito legal esse post e seu blog.

    Parabéns!
    Abs,
    Érica Sena- Blog Pensar Eco

    Responder

  3. Entre “A” e “B”, escolha “C”.
    A escolha não se estabelece entre Chuveiro Elétrico e Chuveiro a Gás, quando temos o sol como energia grátis e limpa. Elétrico ou Gás são as opções do consumidor do ontem. A Opção “C” é tema de “O Sol derrotará o Petróleo?” em http://biocasa.com.br/?p=94

    Responder

  4. Posted by Gustavo on 22/08/2011 at 22:26

    Um pensamento pra deixar no ar aqui…. e toda a mata ciliar e de galeria que foi submersa, como se calcula? e a madeira que foi cortada antes de encher o reservatório e “com certeza” virou lenha naets pequenas propriedades ao redor da lagoa??? Como é calculado esse “Valor ecológico”??? Todos os corredores de fauna e genética da flora “ilhadas”? E aí? será que o elétrico vale mais a pena??
    Abraços

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: